Sobre

Fundada em 16 de outubro de 1941 , a Associação Atlética Acadêmica Escola Politécnica (AAAEP) trata-se de uma instituição sem fins lucrativos e apartidária, que possui como principal objetivo promover e difundir o esporte universitário amador entre os alunos do curso de Engenharia da Escola Politécnica e da Escola de Química da UFRJ.

A Reativação

Após ter encerrado suas atividade em meados de 1993, a AAAEP foi reativada em 2011 numa iniciativa da então gestão do Centro Acadêmico de Engenharia – CAEng (chapa 2: Todos pela Engenharia). A falta de uma instituição que representasse o esporte da Engenharia UFRJ em competições universitárias foi o principal motivo que inspirou os membros do CAEng a ir em busca do resgate da AAAEP. Personagens importantes como Adhemar Sette, Anderson Gomes (“Zulu”),  Bruno Galdino, Daniel Cardoso, Ricardo Fiuza, Richard Max, e Thiago Pinheiro (“Perfeito”) tiveram papéis cruciais nessa reativação.

O trabalho para a reativação da Atlética foi extremamente difícil, uma vez que tiveram que estruturar uma instituição a partir do zero praticamente. Além de não existirem muitos registros ou documentos que pudessem auxiliar no processo, poucos foram os estudantes que aderiram à ideia na época. Não se sabia ao certo o que era uma Atlética e muito menos sobre seu funcionamento, competências e questões administrativas. As equipes possuíam basicamente os mesmos atletas na maioria das  modalidades, mas ainda assim o saldo nas primeiras competições (e em todas desde então – “Desde 2011…”)  foi positivo.

O primeiro campeonato, Intereng I (Vassouras-RJ), se deu no feriado de Corpus Chisrti em 2011. Como ainda não existia a AAAEP formalmente, a delegação foi como “Engenharia Poli UFRJ” e, sob o comando da Diretoria Esportiva do CAEng, sagrou-se campeã geral do evento. Além de ter sido considerada a melhor torcida do campeonato, a Engenharia UFRJ levou para casa os ouros do Futebol de Campo e Cabo de Guerra masculino,  e Basquete, Handebol e Cabo de Guerra feminino.

Gestões Anteriores

Por já assumir o papel de Diretor de Esportes do CAEng, Fiuza tornou-se o primeiro presidente da AAAEP após sua reativação. Sua gestão durou apenas 6 meses e o cargo logo foi substituído por Thiago Pinheiro. Perfeito assumiu a presidência por duas gestões seguidas (2012 e 2013) consagrando-se o presidente com mais vitórias na história da AAAEP no período pós-reativação – Intereng II, Super 15 (edição 2012), Intereng III e Interminerva I.

Posteriormente, no período de 2013/2014, Rafael Barros assumiu a presidência da Atlética Invicta e contou com muito trabalho e dedicação para organização da AAAEP. Apostando na qualidade de gestão interna, setorização e delegando maiores funções aos coordenadores de modalidades, Rafa Barros foi o presidente que conseguiu estruturar a AAAEP como uma instituição reconhecida dentro da UFRJ. Grande parte do que hoje é visto dentro da Atlética se deu graças a sua gestão.

A gestão de 2014/2015 foi liderada por Bruno Abreu, até então coordenador do vôlei masculino, e seguiu uma linha de parecida com a anterior. Conferindo mais responsabilidades aos coordenadores de modalidades e, com reuniões semanais, Bruno teve sua gestão marcada pela melhora na comunicação intra atlética além de uma grande democracia em certas decisões importantes.

Rafael Rodrigues assumiu a presidência no período de 2015/2016 e não mediu esforços para dar início à criação do Estatuto da AAAEP. Decisão essa que demandaria um grande esforço, mas seria essencial para elevar o nível da Atlética em prol de um maior reconhecimento. Manter a qualidade das gestões anteriores não foi uma tarefa fácil, entretanto, com a ajuda de todos Rafa tornou-se o presidente com a maior vantagem de pontos – 30 sobre a segunda colocada – da história da AAAEP.

Atualmente, Victor Hugo Araújo assume o posto de sexto presidente da Atlética e se vê diante de um grande desafio: manter a invencibilidade da AAAEP. A gestão está de cara nova e pronta para encarar quaisquer obstáculos que tiverem pela frente para ir em busca desse objetivo.

Uso da A³P

A AAAEP possuía forte ligação com o CAENg até o ano de 2014, quando, após resultado das eleições do CA, membros da Atlética tiveram que se desligar das dependências do Centro. Com a perda do espaço físico os membros da Atlética se viram diante de um desafio: arranjar um local para sede. Após diversas tentativas o então presidente Rafael Barros conseguiu, com grande ajuda do professor Heloi Moreira (presidente da A³P – Associação dos Antigos Alunos da Politécnica), uma autorização temporária para o uso da sede social da A³P. A sala da A³P foi de suma importância para o trabalho de gestão, desenvolvimento e identidade da Atlética. Seu período de utilização se deu durante todo o semestre de 2014.2.
A AAAEP deve todo o agradecimento ao professor Heloi por ter se tornado um personagem essencial para a história da Atlética.

Nova Sede

Atualmente, graças ao reconhecimento do Decano Fernando Luiz Ribeiro e da Decania do CT por tudo o que a AAAEP representa para os alunos da UFRJ, conseguiu-se uma nova sede (localizada no bloco D no Centro de Tecnologia) para a Atlética. A mesma fora inaugurada no primeiro semestre de 2016 e, dentre vários benefícios, marca o início de uma jornada promissora para na história da AAAEP como instituição representativa dos alunos de Engenharia da UFRJ.